(51) 3388-4686 | contato@clinicakuyven.com.br

Clínica Kuvyen: Blog - Últimas notícias

Conheça as dúvidas mais frequentes sobre a Lipoaspiração

Blog da Clínica Kuyven

lipoaspiração

Hoje vamos conversar sobre algumas coisas pouco conhecidas e que geram muitas dúvidas sobre a lipoaspiração. Você pode conferir este e outros conteúdos sobre cirurgias plásticas clicando aqui.

Α lipoaspiração, uma das cirurgias mais procuradas em todos os consultórios de cirurgia plástica, possui algumas peculiaridades que são importantes de serem esclarecidas para todo o paciente que pensa em realizá-la.

O pós operatório da lipoaspiração dói?

Ο parâmetro de dor é individual e varia de acordo com cada paciente. Há relatos de pessoas que não sentiram nenhum incômodo após a realização da cirurgia, bem como pacientes que se queixaram de sentir muita dor. Não temos como prever qual paciente sentirá ou não a dor, mas é importante saber que você pode sentir dor. 

A cirurgia deixa sinais?

Οs orifícios de entrada das cânulas de lipoaspiração dependem muito da técnica de cada cirurgião e das áreas lipoaspiradas. Para que sejam introduzidas, é necessário que o cirurgião faça micro orifícios espalhados pelo corpo do paciente. Alguns deles ficam escondidos na área da roupa íntima, mas eles podem ficar visíveis ou precisar de cuidados para que os sinais desapareçam com o tempo. 

Pode dar complicações, como fibrose e seromas?

Ιnfelizmente existem complicações locais ocasionadas pela lipoaspiração, as principais são os seromas e as fibroses. Os seromas são acúmulos de líquido causados pela reação inflamatória ao procedimento. Isto faz com que o organismo inche muito, fazendo com que a área operada adquira a forma de uma bolsa. Para que o inchaço diminua, pode ser necessário que a bolsa seja impulsionada por uma agulha. 

Α fibrose é a cola interna que o organismo utiliza para grudar novamente a pele que foi descolada pela cânula de lipoaspiração. Porém, alguns pacientes possuem essa fibrose muito intensa e isso pode gerar desconforto no pós-operatório,  além de algumas irregularidades na cirurgia. 

Drenagens linfáticas são necessárias no pós-operatório? 

Νo pós-operatório será necessário fazer drenagens linfáticas, bem como o uso das malhas compressivas e também das placas abdominais. Inicialmente, a drenagem linfática não é para causar dor em nenhum paciente e sim para aliviar, o toque das mãos gera uma sensação de conforto nas regiões operadas. Mas, em casos de fibrose, a drenagem linfática pode ser sim muito dolorosa. 

Νão existe um prazo predeterminado para o uso das malhas compressivas, isso vai depender do organismo e do inchaço de cada paciente. Geralmente o uso da cinta e das placas acontece por 30 dias, mas o tempo de uso pode aumentar de acordo com a recomendação do seu cirurgião. 

Quanto tempo de repouso antes de voltar ao trabalho?

Diferente de algumas outras cirurgias, como a abdominoplastia e a cirurgia plástica das mamas, a lipoaspiração possui um prazo melhor determinado para o retorno ao trabalho. Isso acontece porque, mesmo lidando com complicações como fibrose ou seroma, a volta das atividades após o tempo de recuperação não sofre grande interferência.

Ρortanto, dependendo da quantidade da área lipoaspirada, o paciente consegue se programar para retornar ao trabalho em um intervalo de cinco a sete dias independente de complicações locais. Mas, se estas complicações acontecerem, será necessário que o paciente organize na sua agenda o tratamento destas intercorrências. 

Quais são os cuidados com a exposição ao sol? 

Νão é indicado que o paciente pegue sol ou mostre os seus resultados por pelo menos três meses. Alguns pacientes, com maior inchaço, deverão esperar ainda por mais tempo. Pacientes que apresentem equimoses devem evitar completamente a exposição ao sol, sob o risco destas manchas não desaparecerem.

Qual é o limite para a retirada de gordura?

Α lipoaspiração é para contorno corporal, dando cintura e diminuindo o volume de uma área localizada. Se o paciente tiver essa consciência, seu procedimento cirúrgico vai lhe dar uma enorme satisfação. A lipoaspiração não é para emagrecimento, é importante que isto fique claro aos pacientes que desejam realizar a cirurgia para evitar decepções. Isso acontece porque existe uma quantidade de gordura permitida, por segurança, que pode ser extraída para cada paciente, e ela equivale a 7% do seu peso corporal. 

Lipoaspiração ajuda na flacidez e estômago alto?

lipoaspiração
A lipoaspiração não ajuda a diminuir flacidez, fique atento!

Lipoaspiração não trata flacidez de pele, muito pelo contrário, ela pode piorar o caso da região em que a cirurgia foi realizada. Por esse motivo, a lipoaspiração é indicada junto de outros procedimentos que visam retirar a pele junto. A lipoaspiração também não trata estômago alto se a causa dela for a diástase ou o afastamento dos músculos abdominais. 

A lipo pode causar assimetria?

Ρequenas assimetrias podem ocorrer porque o corpo humano possui dois lados diferentes um do outro e, depois da remoção de gordura igualmente das duas áreas, esta assimetria pode se tornar um pouco mais visível. 

Se o paciente engordar após a lipoaspiração, podem aparecer ondulações que geram incômodos estéticos. Algumas áreas de fibrose e áreas com menos gordura não ganham novamente a gordura. Mas as regiões menos lipoaspiradas continuam ganhando volume das células de gordura, e isso pode trazer um resultado heterogêneo e irregular ao paciente. 

Οs resultados da lipoaspiração não são imediatos e podem demorar a aparecer. Em alguns pacientes é possível ver um bom resultado em até dois meses, mas em outros, especialmente os que retém muito líquido, podem precisar aguardar até um ano – tempo equivalente ao processo de cicatrização. 

Você pode se aprofundar ainda mais sobre a lipoaspiração, confira as nossas postagens falando sobre este procedimento nas axilas e nas coxas. Tire todas as suas dúvidas sobre a lipo e, se estiver pensando em realizá-la, marque uma conversa com o seu médico para traçar o melhor planejamento. 

Categorias:

Veja as Novidades

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter